Mocidade Galeguista de Ourense

Versión PDFVersión PDF
ata-refundaçom-mocidade-galeguista-ourense.jpg

MOCIDADE GALEGUISTA DE OURENSE [Mocedá Galeguista de Ourense]

Fundada em 1920 será umha das primeiras organizaçons juvenis arredistas. Vicente Risco sinalará, em correspondência com Antom Lousada (25-II-1921 e 30-I-1921), que se sente orgulhoso do crescente sentimento separatista que percebe nos moços da organizaçom. Sinala também, que a MGO tomou como próprio o hino de Branhas “modificando alguns versos em sentido arredista”. É de destacar também o seu papel senlheiro nas relaçons internacionais com outras naçons oprimidas por Espanha. Em abril de 1921 acordam entrar em relaçom com Catalunha, Euskadi e Aragom, de cara a estabelecer a “Liga das Nazós do Norte d’Ibéria”, que funcionaria com assembleias anuais ou bianuais.

Em 1922 paricipam da IV Assembleia Nacionalista de Monforte de Lemos, nos dias 18, 19 e 20 de fevereiro, onde se consuma a ruptura da unidade nacionalista e a criaçom da Irmandade Nacionalista Galega. O delegado da MGO será Roberto Blanco Torres.

Em 1930 refundam-se como “Irmandade Galeguista de Ourense”, num documento assinado por Vicente Risco como presidente; Florentino Cuevilhas e Ángelo Martins como vicepresidentes; Vasques Monjardim e Joaquim Lourenço como secretários; e Ramom Outeiro Pedraio como assistente.

Já em 1932, ao abeiro do Partido Galeguista, nascem as novas mocidades. O grupo de Ourense é junto com o da Corunha um dos primeiros em criar-se, no mês de fevereiro. Mas farám-no com o nome de Juventude Galeguista.

 

Fontes [adjunta em documentos]

Acta da Xunta Xeral da Mocedá galeguista de Ourense, celebrada o 10-IV-1921. Libro de Actas de M.G. de O., consultado no Arquivo Histórico Provincial de Ourense, carp. 52, páx.4.

 
Mais ensaios...
 
Publicidade